CASAR EM CASA: TUDO SOBRE A TENDÊNCIA

Com as restrições que estão acontecendo em grande parte do Brasil por conta da pandemia, muitos casais têm optado por se casar em casa.

O casamento em casa, na maioria das vezes, reúne um número reduzido de convidados. Mas se engana quem acha que, por isso, a cerimônia é menos glamourosa.

Além de possibilitar uma reunião mais segura nesses tempos de pandemia, a celebração neste estilo cria um ambiente mais intimista e acolhedor.


O que deve ser levado em consideração ao organizar um casamento em casa?

Antes de começarmos a falar sobre o que é indispensável ter para se casar em casa, é preciso lembrar que a casa não precisa ser, necessariamente, dos noivos.

É claro que você não vai sair por aí pedindo casa emprestada para qualquer pessoa, mas é possível realizar a cerimônia na casa de pais, padrinhos de amigos mais próximos e até de lugares alugados.

O mais importante é que seja tudo muito bem combinado e planejado, para que não haja nenhuma falha de espaço ou de logística.

No caso das casas de pessoas mais íntimas, a grande vantagem é que dá para economizar no aluguel do lugar, que costuma pesar no orçamento.

Sendo ou não na sua própria casa, é preciso levar em conta alguns pontos essenciais, como você vai ver agora.


Número de convidados

Comemorar o noivado em casa já é uma prática comum entre os casais. Muitas vezes, estão presentes apenas os pais e os padrinhos. Mas a realização do casamento, geralmente, conta com uma lista um pouco maior de convidados.

Definir a quantidade de pessoas presentes na comemoração é o primeiro passo para se organizar e poder casar em casa, garantindo o conforto dos convidados e dos noivos.

Depois disso, fica mais fácil pensar no tamanho da casa, na quantidade de banheiros que ela deve ter e até na possibilidade de alugar banheiros para o evento.

O estilo da festa ajuda a nortear a escolha do número de convidados. Um jantar, por exemplo, costuma contar com menos gente, se comparado com festas com coquetel. Isso porque o jantar requer que todos os convidados estejam sentados.

No caso de outros tipos de comemoração, você pode organizar para que 60 ou 70% das pessoas tenham lugar para se sentar ao mesmo tempo.


Espaço disponível na casa e a estrutura física

O tamanho do lugar é um dos pontos mais importantes e definitivos para saber se é viável ou não casar em casa. Esse item pode parecer óbvio, mas muita gente esquece de alguns pontos bem importantes.

A casa pode ter cômodos enormes, mas temos que lembrar que os convidados não vão frequentar lugares como quartos e cozinha.

É necessário, portanto, que exista um espaço confortável para a circulação das pessoas, como jardim, quintal, sala de estar ou sala de jantar.

Caso você queira uma pista de dança, é importante deixar um espaço grande delimitado e totalmente livre, sem mesas, cadeiras ou outros móveis. Ainda é preciso observar se a casa possui a estrutura elétrica adequada.

Para casar em casa com mais segurança, o ideal seria agendar uma visita com técnicos ou engenheiros para conferir as estruturas do lugar.